categorias: Compras

Comprando roupas e sapatos na internet: Ainda vale a pena?!?!

Ai Carolina, que pergunta imbecil…Claro, que vale a pena comprar roupas na internet. Eu digo mais ou menos…Quem nunca (ou quem sempre) teve que ir devolver as peças porque não deram certo, não serviram, a qualidade não era legal ou o caimento não era bem o que você esperava. Eu quase sempre. Aí que tem que ir no correio(só de pensar me dá preguiça) embalar, ficar em uma fila monstra e esperar para ser reembolsada ou fazer uma troca que te sirva. Se não servir a saga recomeça. Sim, por essa e por outras as vendas da internet caíram e as pessoas andam de volta no velho e bom método de compra: ir até as lojas. Óbvio que nem só desvantagens vivem as compras pela internet, eu ainda insisto em uma compra on line quando eu não acho o produto em loja nenhuma, quando é uma edição limitada e não vou enfrentar filas em lançamentos(tipo as collections da C&A, eu ainda arrisco a compra) ou quando já experimentei a roupa ou sapato na loja e quero achar na internet um preço melhor. Nessas fico só de olho no que as marcas estão fazendo e ainda precisam melhorar no serviço pela internet para reconquistar esse público que está diminuindo.
Tudo nas redes sociais devem vir primeiro- Se o métier das marcas é a internet, porque não melhorar as redes sociais? Respostas rápidas, lançamentos à mostra em contas ativas e funcionando em todas as redes é o minimo que se pode esperar de quem pretende conquistar os consumidores.

Influencers ainda influenciam-  Pode não ser seu blogueiro favorito, mas de alguém certamente é. Por isso ainda é importante investir nesse tipo de divulgação. Pensar em uma pessoa que é a cara da marca(tipo público AAAA desfila para D&G e público C pode desfilar para uma marca mais popular, por exemplo)

Lala Rudge para Dolce Gabbana

Menor tempo de entrega e serviço de courier- Tem coisa mais chata do que esperar 10 ou 15 dias úteis para um entrega na internet(pasmem que tem muita marca que demora isso para entregar? Se a gente quer vestir a coisa rapidamente, não queremos esperar, né? ) ? Pior mesmo é só a roupa não servir e ter que ir no correio devolver. Mas, algumas marcas já estão apostando em serviços de courier que vão buscar a peça que não deu certo na sua casa.


See now, buy now ou comprando tendências- 
 As marcas tem que ser rápidas, lançou uma modinha tem que colocar à venda. Como a velocidade de informação é estonteante, se demorar para chegar na loja, a gente já enjoou e as coisas ficam encalhadas nas prateleiras. As grandes brands já colocaram o conceito chamado see now, buy now em prática. Acabou o desfile já tá na internet para vender ou tem uma ludjinha no próprio desfile. O consumidor não espera mais meses para um produto chegar.
E vocês acham que ainda vale a pena comprar na internet? O que sugerem para melhorar as compras on line?
categorias: Beleza Compras Famosos Moda

Resumão do ano: Os melhores (ou piores) momentos de 2016.

Ai como eu amooooooo  essa época do ano, amo festa de Ano Novo! Sou daquelas que faço listas de desejos e de metas para 2017. Com todos os tropeços esse ano foi ótimo para mim, fim de ciclos e começo de coisas maravilhosas. Mas, também gosto de fazer um balanço e relembrar tudo que rolou. Já fui pontuando algumas coisitas de 2016, mas esse é post tradicional apanhadão do ano E sem qualquer critério(ou seja seguindo o meu próprio critério) fiz uma lista dos melhores ou piores de 2016.

Memê do ano- Tá a briga foi apertada, entre esse apanhado que escolhi e o John Travolta procurando o quê…Escolhi esse por identificação total. Quem não tem uma gladiadora levanta a mão e atire a primeira pedra. Tá, não vou dizer que amo, nem que odeio o modelito, tenho uns pares discretos. Mas  vamos combinar que faz tempo que não vejo uma peça ser tema de tantos memês.

O penteado mais bombado- Sim, a culpa é da Kim Kardashian. Desde que Kim postou a foto dela com a North de Boxer Braids  em menos de dois meses, a trança  boxeadora tava na cabeça de várias famosas tipo  Katy Perry, Rita Ora e mais um milhão de famosas(contém exagero ou não).

O post mais lido no blog– Embora eu tenha reclamado horrores do Oscar. Por que onde estavam as as divinas? Os vestidos tipo bolo? As musas? Cadê? Tá,  teve muitas lindas, mas no conjunto da obra esse Oscar 2016 anunciava o ano que foi pobrinho(sinto uma chuva de tá louca amiga, tá reclamando demais. Tô.) 

O batom do ano– Não vou ser injusta(bateu as coisas de fim de ano, renovando os sentimentos) e escolher um batom, mas uma marca de batons. Esse ano o que mais bombou em 2016 foram os batons da Kylie Jenner, vendeu mais que todas 

A “brusinha” do ano- A gente sofreu com as “brusinhas” esse ano, super carasssss. Mas, teve a mais cara de todas, que por sinal foi a que mais bombou. Vocês sabem que vou a fundo nas minhas investigações “modísticas”, quando começo ver muito uma peça já me bate a curiosidade e já quero saber o “culpado’, quem que botou essa modinha para girar. Grava esse nome Johanna Ortiz, essa marca está causando um bububu(tá podendo usar isso, ou revela idades) nas poses do instagram e na moda street style. E para fechar o ano da brusinha , olha quem tava usandoooo, sim Bey....

O ano da auto estima- Se teve palavrinha que ficou em voga em 2016 foi empoderamento feminino com essa perspectiva, veio um crescente aumento e valorização da auto estima. E isso repercutiu muito aqui no blog e na internet. Achei ótimo, fico feliz em acabar o ano falando disso. Não por nada, mas sim porque cada um é do jeito que é. E tem coisa mais legal do que a gente se gostar assim como a gente é?

Beijos, feliz 2017, obrigada por tudo e  ano que vem a gente se vê por aqui.

categorias: Compras Moda

Comprando aqueles últimos presentes: Sugestões…

Hoje é o dia nacional de esqueci de alguma coisa(No meu caso, tô fazendo compras ainda enlouquecida)Será que esqueci do presente de alguém? E, adivinha????A resposta é SIMMMM. Esse ano o planejamento passou anos luz de minha rotina de Natal e claro sobra alguém para o final. E como sei que não sou a única. Vem que te ajudooo, fiz uma listinha com umas coisinhas BEM legais que pode te ajudar nas ideias dessas comprinhas finais. Pensando nisso, preparei umas (auto)dicas de última hora(além da sugestão de presentes), para por em prática já. (Gente… no fundo, no fundo essas dicas são quase um mantra para mim mesma. Mas, acho que dá pra você se ver nessa situação e aproveitar algo).

  1. Não compre qualquer coisa. Vale mais a pena escrever um cartão legal do que dar qualquer coisa só por dar, Assim você não corre o risco da pessoa ficar com a cara de ADOREI#SQN
  2. Mesmo com a correria do último dia, vale a pena dar uma pesquisada no preço e  fazer uma mini lista de ideias para quem está faltando.
  3. Um livro é sempre um bom presente, e tem títulos ótimos por cerca de 30 reais.
  4. Não tente ser criativo na última hora, as boas ideias nunca vem na hora do desespero. Nessas horas ou você acaba gastando muito, ou sai de mãos abanando.

E agora me conta(confessa vai), ainda tá faltando alguém da sua lista?