categorias: Moda

Paramos no tempo

Untitled-1

Pensei muito antes de escrever este post. É um assunto muito complexo e, digamos, difícil de interpretar. Vai do ponto de vista de cada um, claro! Refleti alguns dias e descobri que a criatividade nunca acaba apenas diminui sua frequência. Descobri também que o certo não é reinventar e sim inventar. Recriar o velho já não faz parte do mundo do novo. Na blogosfera, o “look do dia” era novo e tornou-se popular. As “dicas de beleza” já foi hit, hoje não é mais. Os editoriais publicados já não tem mais conceito para seguir. Essa falta de novidades criou um buraco no segmento e tá cada vez mais difícil de taparmos como antigamente. Você se lembra da época que as semanas de moda eram as mais faladas? Nunca me esqueço da época que todos esperavam a Anna Wintour passar com uma alta costura e a euforia que coleções bizarras/fora do normal/incríveis do Alexander McQueen causavam. Hoje só se fala de socialite. Migramos de reprodutores de conteúdos para colunistas sociais (eu me incluo também!). Aquela concorrência deliciosa dos blogueiros já não existe mais. Os já consolidados continuam no topo e os novos lutam para chegar lá, com muito sofrimento, nesta época de déficit de conteúdo. Até o Twitter, palco de muitas brigas e discursões entre os fashionistas, sumiu. Aqui estou eu, que nem sinônimo para a palavra “fashionista” eu encontro mais. A única coisa que tenho a dizer é: paramos no tempo.

 

Daniel Praxedes

Publicitário