categorias: Beleza

Morena iluminada: expectativas e realidades.

Um dia antes de clarear meu cabelo sempre me encho de expectativas. E vocês já sabem, quando pinta assunto cabelo aqui nesse blog tô a fim de mudar e ou estou insatisfeita com o que tá tendo aqui no meu picumã.  Ixiiiiiii,  dá medo quando começo com posts assim. Sim, as últimas mil vezes que falei desse assunto cabelo e eu não tava satisfeita , fui lá mudei e deu ruim. Oremos que essa vez vai dar bom. Minha meta para 2017 é mudar com parcimônia. Prometo: chega de inventar modas estrambólicas, tipo descolorir demais ou cortar demais, porque já vi que meu cabelo não aguenta então, não vai nunca mais descer para o play.

Tá só para vocês verem que tô de boa. A ideia agora é ser uma morena iluminada. Mas, vamos as expectativas X realidades, não necessariamente nessa ordem. 

Expectativas:

1-Vou fazer hidratação toda semana- Toda vez que me programo para descolorir o cabelo já renovo o arsenal de cremes e máscaras. E adivinha?!? Fica tudo lá na prateleira, a espera de um milagre. A verdade é que só mexo a bunda quando meu cabelinho tá uma palha. Ai bate o desespero e eu taco todos os cremes juntos. Sei que não adianta e o correto é hidratar o cabelo ao máximo antes e ir hidratando e fazendo cronogramas certinhos após descolorir. Mas, cadê foco e paciência?!?

2-Meu cabelo vai ficar igual ao da fulana- Não Carolina, não vai ficar. Cada cabelo é um cabelo e até mesmo meu cabelo pode não ficar igual na próxima vez que repetir o mesmo procedimento. Sabe aquela história que a gente nunca se banha no mesmo rio duas vezes, pois é. Ou seja,  se seu cabelo não ficar igual ao seu, imagina igual da fulana. O que podemos ter é um monte de inspirações. Então vamos a elas, que elas são super importantes para que o meu/seu cabeleireiro possa ter uma vaga ideia do que tá querendo.

Realidades:

1-Tenho MUITOOOO cabelo branco- Minha realidade é essa, para cobrir o cabelo branco preciso de uma base boa (evito de fazer a pré pigmentação, explicação abaixo), para não ficar aquela sombra que parece que havia uns brancos por ali. Então, nessa de usar bases escuras, meu cabelo foi ficando preto, sem nuances de cor. Sabe aquele aspecto de cor chapada? Então…por isso vamos para o próximo passo descolorir.

2-Meu cabelo não aguenta descolorir- Por esse motivo evito a pré pigmentação, mas uma química nesse cabelinho fraco. Quem olha meu cabelo de prima, acha que ele é super resistente #sqn. Ele é grosso e passa essa mensagem errada. E por mais que eu conte a um cabeleireiro que não tá acostumado comigo, eles não creem, até ver o estrago que uma descoloração pode causar. Por isso, acho legal fazer sempre com o mesmo profissional, aquele que conhece meus/seus fios. Diante dessa pendenga e querendo nuances de iluminação no meu cabelo, meu cabeleireiro deixa os papéis bem pouquinho e faz o processo em várias etapas. Faz um mês, recupera e depois faz de novo em outra parte do cabelo. E assim vai…

Mas, qual a utilidade desse post mesmo? Talvez nenhuma.Talvez só para compartilhar minhas expectativas e talvez ajudar azamigas(vocês no caso) a perceber e conhecer um pouco do seu cabelo antes de embarcar em qualquer aventura. Se der bom mostro amanhã no snapchat, se der ruim também porque né? A vida não é só feita de maravilhosidades.

E qual a experiência de vocês com descolorir?

categorias: Beleza

Um jeito diferente de prender o velho e bom coque.

Atualizados recentemente

Sempre fico de olho nas modinhas que rolam no Instagram e entre as celebridades. Já faz um mês, mais ou menos que tenho notado que os coques tem sido valorizados. Uma nova maneira de fazer as mesmas coisas que geram resultados surpreendentes. A moda agora é fazer uma graça na parte de trás do cabelo para que na hora que sobe o coque apareça algo diferente. A atriz Shay Mitchell(foca no cabelo e esquece a make mara) usou essa semana no Red carpet do Teen Choice uma trança que parece ser espinha de peixe enfeitada com argolas.

Olha que fofoooo. Esses dias publiquei no Instagram do blog (segue lá) esse penteado com várias tranças na parte de trás do cabelo. O espírito louca das tranças me atacou e tentei fazer em casa com duas tranças simples e soltas, o resultado ficou bem legal. Sim, gente não tenho habilidade para uma trança embutida. Mas, na real fiquei com preguiça de tentar, porque essas tranças estão bem despretensiosas(leia-se com um pouco de treino acho quem sabe)

Tem para todos os gostos e habilidades. Esse é nível alto( lembrando que não sei fazer trança) , mas quem tem mão boa consegue fazer essas tranças rapidinho.

Tá vendo como dá…para inovar no penteado. Que tal tentar em casa?

categorias: Beleza

Três penteados estilosos para quem está com o cabelo mais curto.

013

garrada no amor no cabelo de Kristen Stewart. Além da loirice que tá linda, o comprimento me agrada e além disso amooo a textura podrinha. Claro que para um podrinho ficar bom requer muito cuidado e empenho, já falamos bastante disso (aqui e aqui) , mas vou considerar que tudo é possível e realizável na vida real(veja o cabelo da minha amiga Mica Kodama, no instagram podrinho e lindo). Carolina segura essa vontade de enloirar e cortar o cabelo que vai dar ruim(Ass: Voz da consciência). Bom, deixandobemmm claro que cabelo podre dá trabalho, vamos focar no assunto do post, né? Então… o foco tá me abandonando ultimamente, enfim..Toda vez, que eu posto um penteadinho, vem alguém e me diz: Carol, meu cabelo tá curto e não rola de fazer esses penteados. Enton migas, esse post é para vocês e as do cabelon também rola uma adaptação para cada comprimento…

Galeria de imagens

Vai rodando o slide para ver detalhes desse penteado, super modernoso. Uma trança embutida estilo moicano com um nozinho na ponta do cabelo. Para quem sabe fazer uma trança embutida(não é meu caso) parece bem fácil. Meu cabeleireiro faz a trança normal e depois vai afrouxando conforme a necessidade. Aproveita e bota reparo na make com glitter do amor…<3

Galeria de imagens

O nível de evolução desse é 2 (na cota do créu, ainda porque não tive ideia melhor). Foca no DIY, você vai precisar de: 4 elásticos daqueles de silicone minis, um pente e um pouco de habilidade. Aí é só dividir o cabelo, fazer 4 rabinhos e jogar como franja. (vale um spray aí) .

Galeria de imagens

Esse é nível alto de ousadia e podrice. Requer toda uma preparação com mousses, babyliss e tals. Mas, depois é só tacar grampo aleatoriamente. Gosto do efeito, mas entendo que nem todo mundo curte.

E ai, já vão se jogar nos penteadinhos?