categorias: Comportamento

Looks sem afetação no desfile da Chanel. Sim ou não?

Nem vou discutir mais coisas que se referem a cada um usa o que quer, por isso a gente fala bastante por aqui. Dito isso, acho que posso falar do assunto que me trouxe hoje aqui: looks sem afetação. Seria um assunto banal para mim (ou para você) porque cada dia mais me torno essa pessoa que usa looks “banais” no meu dia a dia (às vezes meio sem graça, mas isso é assunto de outro post). Até aí ok, mas e quando você essa simplicidade invadindo os front rows de desfiles como o da Chanel(vamos deixar claro também, que é simples, mas é tudo Chanel , né amores?)? A gente estranha ou a gente acha bom um look super casual nessa ocasiões?

Lily Collins nos mostrando o quão pode ser simples, casual e com um que de sofisticação misturar um blusa Chanel com um par de jeans de Levi’s meio boyfriend.

Enquanto isso,  Sofia Copolla manteve o estilo sem barulho, com um vestido super simples( a cara de que saiu do mercado e fui ao desfile)adoro que ela trouxe uma variação de azul do vestido para sua maquiagem, super sutil.

A modelo Liu WEn também optou pelo casual, vestindo jeans e uma T-shirt(que certamente em breve tá na boca e no corpitcho dos influencers). Sandálias estão aí para levantar um pouco o ar super descontraído.

Obvio que não é uma unanimidade, sim teve gente que tava super glam, mas destaquei essa três porque realmente me fez pensar. Seria essa mais uma liberdade de se vestir que foi “concedida” também aos desfiles? Achei bemmm interessante a abertura da possibilidade de cada um vestir o quer, sem julgamentos, também em ocasiões como essas. E vocês o que acham? Desfile tem que ter muito glamour no front row ou não??

categorias: Moda Semana de Moda

Os detalhes e as esquisitices do desfile da Chanel.

04morningreport-web-01-superjumboFico sempre na dúvida entre a genialidade de Karl Lagerfeld e um sentimento de estou cansado. Vamos aos fatos…O primeiro ponto de vista me instiga em sempre estar criando coisas novas, uma novidade, um conceito novo velho para não sair do DNA da marca. O segundo me atenta para que são 4 coleções por ano e quem aguenta mais tanto tweed? Enfim, coisas de DNA. O fato é que essa coleção não me surpreendeu em nada.

desktop2

Hoje a marca apresentou coleção em Paris no local habitual , o Grand Palais(um pouco de mais do mesmo). Empregando um tema da tecnologia completa com placas de circuito e capacetes de robôs, foi quase uma homenagem aos anos 90, quando a internet ainda estava engatinhando. Anos 90 ou não esses bonés com impressões gráficas, o blush rosa pesado, os lábios de gloss, os rabos de lado e um elástico colorido para dar um charme? Direto do túnel do tempo.

desktop1

Karl sempre faz uma bolsinha divertida/inusitada que vira objeto de desejo. Já tivemos a embalagem de leite, a pérola gigante, a bolsa lego, o vidro gigante do Chanel No5, a cestinha de mercado. Enfim, a lista é imensa. O fato é que vende que nem água,  catapultada pelas fashionistas. Como esse desfile era meio anos 90, meio robótico não podia faltar um suave referência ao Star Wars.

desktop

No lugar da bebida que pisca, tá tendo a bolsa que pisca. Aliás, só faltou o tênis que pisca para completar a coisa toda. Aperta o play, aí embaixo para uma surpresinha. 

Se depender de Karl  a primavera de 2017 vai ter muito colorido, estampas gráficas pesadas,  leve oversized, mas também muito de déjà vu tomou conta do desfile. 

E vocês o que acharam???

categorias: Semana de Moda

De Gisele Bundchen a Vin Diesel: Tudo sobre o desfile da Chanel em Cuba.

Não sei o que pensar, só sentir. Acho super estranho um desfile do porte da Chanel com todo seu circo, que lhe é peculiar desembarcar em Cuba, uma país que até ontem estava fechadíssimo, tem recebido outras influencias como Rolling Stones, Obama,   sinais dos tempos. As coisas mudam e a gente arruma outras maneiras de enxergar a mesma coisa. Um país que sempre buscou a igualdade social, recebe um monte de celebs(gente vocês sabem o quanto eu adoro uma celeb, mas né?) e a fina nata do mundo da moda, para fazer um evento que não mistura, mas sim separa os cubanos da finesse da moda. Dificuldades de entendimento a parte…..Enfim, essa semana rolou o super esperado desfile da Chanel, que apresentou a coleção resort.  Esse desfile tem algumas particularidades, e vamos a elas…

Será a hora de dizer tchau?1?!

Será a hora de dizer tchau?1?!

1- Vamos dizer Adeus a Karl?!? Parece que esse será o ultimo desfile de Karl para a Chanel. Pois é, tá rolando uma boataria que o Kaiser vai deixar a marca, mesmo com seu contrato vitalício. Serassi?!?1

33CFD49100000578-3572458-image-a-94_1462333107385

Chanel Performance at the Prado Promenade in Havana

2- Estrutura aberta- Diferente dos outros desfiles da Chanel em que é montado todo um cenário de ambientação. Esse aconteceu ao ar livre no El Paseo Del Prado, no centro de Havana, e as phynas se abanando porque tava um calor senegalês, ou melhor cubano(cerca de 35 graus) no El Paseo Del Prado, no centro de Havana, um dos pontos mais conhecidos da cidade.

Os cubanos na janela

Os cubanos na janela

3- Convidados-  O lugar era grande e o desfile foi para mais de 500 pessoas, que se sentaram em uma passarela improvisada ao longo do Paseo. Os moradores deram um jeito de assistir nas sacadas das casas da avenida.

Carros para os convidados

4- Convidados especiais– Sim Chanel não seria Chanel se não tivesse seus convidados super especiais, tratados com diferencial. Eles chegaram ao desfile a bordo de carros estilo anos 50, muito comuns em Havana(a diferença é que em Havana a maioria desses carros está caindo aos pedaços).

Gisele em seu carro rosa

5- As celebridades e as personalidades em ascensão- Chanel em Cuba chama celebs e gente cult, até a neta de Jodorowsky(cineasta super cool dos anos 6o, vejam Fando e Lis, para entender o que falo) e o neto de Fidel Castro estavam lá. Além dela, a top Gisele, Vin Diesel, Tida, Alice Delal e Geraldine Chaplin.

jaq

6- A coleção em si- Teve versão tropical do terninho by Karl, teve terno e oxford com alusão aos homens de Cuba, teve boina a la Guevara, teve calça jeans(seria uma novidade na marca?)  teve muito chapéu estilo Panamá, chinelo estilo Adilette(aquele da Adidas veja aqui) e um brilho coral nos lábios. 

jaq1

Dá para conferir a coleção completa correndo o slide…

Galeria de imagens

 As coisas estão mudando não é mesmo?!:!