categorias: Beleza

Palm Painting : a nova técnica para descolorir o cabelo

Sim, né amores? Tava eu pesquisando como ficar um tico mais loira sem estragar o que já não tá bom. Lá vem mais uma pauta de cabelo, porque toda vez que ela aparece, significa um siricutico de mudança. Vamos dizer um Amém para esse brasileiro maravilhoso o Marcos Veríssimo(que atende em Londres, infelizmente) que inventou essa técnica de descolorir que promete danificar menos os fios.

Esqueça luzes, californianas e ombré hair. A nova técnica de iluminar o cabelo é chamada de palm painting, é feita com a palma da mão. Ela consiste em espalhar o descolorante no cabelo usando as palmas das mãos. Não há um padrão e a promessa é a naturalidade, porque sem papel ou pincel, não são criadas linhas ou marcações(dá uma olhada no vídeo).

Outra vantagem é a frequência com que você precisará voltar ao salão, pois como não tem demarcação de raiz, se elas ficarem mais escuras não tem problema.  Com uma manutenção mais espaçada, o cabelo sofre menos. Além disso, a técnica agride menos o cabelo, já que ele é clareado de uma forma mais lenta, sem os papelotes normalmente usados para acelerar o processo.

categorias: Beleza

Morena iluminada: expectativas e realidades.

Um dia antes de clarear meu cabelo sempre me encho de expectativas. E vocês já sabem, quando pinta assunto cabelo aqui nesse blog tô a fim de mudar e ou estou insatisfeita com o que tá tendo aqui no meu picumã.  Ixiiiiiii,  dá medo quando começo com posts assim. Sim, as últimas mil vezes que falei desse assunto cabelo e eu não tava satisfeita , fui lá mudei e deu ruim. Oremos que essa vez vai dar bom. Minha meta para 2017 é mudar com parcimônia. Prometo: chega de inventar modas estrambólicas, tipo descolorir demais ou cortar demais, porque já vi que meu cabelo não aguenta então, não vai nunca mais descer para o play.

Tá só para vocês verem que tô de boa. A ideia agora é ser uma morena iluminada. Mas, vamos as expectativas X realidades, não necessariamente nessa ordem. 

Expectativas:

1-Vou fazer hidratação toda semana- Toda vez que me programo para descolorir o cabelo já renovo o arsenal de cremes e máscaras. E adivinha?!? Fica tudo lá na prateleira, a espera de um milagre. A verdade é que só mexo a bunda quando meu cabelinho tá uma palha. Ai bate o desespero e eu taco todos os cremes juntos. Sei que não adianta e o correto é hidratar o cabelo ao máximo antes e ir hidratando e fazendo cronogramas certinhos após descolorir. Mas, cadê foco e paciência?!?

2-Meu cabelo vai ficar igual ao da fulana- Não Carolina, não vai ficar. Cada cabelo é um cabelo e até mesmo meu cabelo pode não ficar igual na próxima vez que repetir o mesmo procedimento. Sabe aquela história que a gente nunca se banha no mesmo rio duas vezes, pois é. Ou seja,  se seu cabelo não ficar igual ao seu, imagina igual da fulana. O que podemos ter é um monte de inspirações. Então vamos a elas, que elas são super importantes para que o meu/seu cabeleireiro possa ter uma vaga ideia do que tá querendo.

Realidades:

1-Tenho MUITOOOO cabelo branco- Minha realidade é essa, para cobrir o cabelo branco preciso de uma base boa (evito de fazer a pré pigmentação, explicação abaixo), para não ficar aquela sombra que parece que havia uns brancos por ali. Então, nessa de usar bases escuras, meu cabelo foi ficando preto, sem nuances de cor. Sabe aquele aspecto de cor chapada? Então…por isso vamos para o próximo passo descolorir.

2-Meu cabelo não aguenta descolorir- Por esse motivo evito a pré pigmentação, mas uma química nesse cabelinho fraco. Quem olha meu cabelo de prima, acha que ele é super resistente #sqn. Ele é grosso e passa essa mensagem errada. E por mais que eu conte a um cabeleireiro que não tá acostumado comigo, eles não creem, até ver o estrago que uma descoloração pode causar. Por isso, acho legal fazer sempre com o mesmo profissional, aquele que conhece meus/seus fios. Diante dessa pendenga e querendo nuances de iluminação no meu cabelo, meu cabeleireiro deixa os papéis bem pouquinho e faz o processo em várias etapas. Faz um mês, recupera e depois faz de novo em outra parte do cabelo. E assim vai…

Mas, qual a utilidade desse post mesmo? Talvez nenhuma.Talvez só para compartilhar minhas expectativas e talvez ajudar azamigas(vocês no caso) a perceber e conhecer um pouco do seu cabelo antes de embarcar em qualquer aventura. Se der bom mostro amanhã no snapchat, se der ruim também porque né? A vida não é só feita de maravilhosidades.

E qual a experiência de vocês com descolorir?

categorias: Beleza

Cabelo de novela: O loiro platinado de Flavia Alessandra.

Aí sem orrrrrrrrrrrrrrrrrr olha a contradição desse post um meio termo de amor e ódio, porque né? O cabelo loirão assim nem sempre dá bom(vide o meu e minhas mechas). Bom, mas o papo hoje é um mix de cabelos e celebs(duas obsessões de vida por motivos diferentes, já explico). O fato é que o cabelo de Flavia Alessandra na novela “Êta mundo bom”(nunca vi nenhum capitulo, não dou conta de novela, mas de celebs amorrrrrrrrr, isso sou boa) tá bombando por aí, é o segundo visual mais pedido pelos telespectadores.

flavia alessandra

A fia é uma das embaixadoras da Niely e descobri que ela platinou os fios com a nuance 12.11 de Cor&Ton, sim gente nesse mundo de celebs, uma mudança de cor de cabelo quase sempre tem uma patrocinador por trás(Xuxa, Ivete, e outras tantas já passaram por isso).

flavia alessandra1

Mas, já aviso de antemão….Vocês meio que estão acompanhando a minha sofrência desde que eu resolvi fazer umas mechas no meu cabelo e embora a tintura da Flavia tenha toda uma ideia de cuidados com os fios, o cabelo sofre, mas não sofre pouco não(dá uma olhada no cabelo natural da vida real da moça). E meu conselho maior é quando o nível de descoloração for radical, tipo você é morena e vai ficar loira, cuida de fazer isso com um profissional. Outro dia mesmo recebi um e-mail de uma de vocês, desesperada porque o cabelo tinha ficado laranja. Então, vamos mudar, mas com parcimônia(aquela palavra-conselho de velha que amo pra vida). E aí quem se arrisca a um loirão super platinum?