categorias: Beleza

5 fatos da minha vida de dieta e todas as dificuldades de me manter nela.

Acho já falei desse assunto aqui no blog. Mas, como ando viajando muito, tenho pensado bastante sobre  a manutenção da minha alimentação, da minha dieta e de todo o trampo que é mantê-la. Para você que ainda não se embrenhou em um life style saudável, não pode imaginar as situações que uma pessoa em dieta passa. Muitas coisas engraçadas, outras constrangedoras, mas enfim…Vamos aos 5 fatos da minha dieta….e que talvez se encaixe quando você for fazer uma.

tumblr_maoam0RDQL1rrb9xco1_500

1- Sim, você vai ter que dizer não– pode imaginar a quantidade de nãos e o quanto eu pago de chata para tentar ficar na linha. Perdi a conta de quantas vezes tive que negar um doce com cara de delicia da mãe da amiga, quantas vezes fui na pizzaria e pedi uma porção de frango do recheio. Sim, talvez no começo você passa por chata, neurótica, obcecada, mas depois passa. A gente aceita nosso jeito e as pessoas começam a entender que você come assim e fica tudo bem. Quem me conhece nem insiste mais…

oHPcCV

2- Sim, você vai ter que andar com marmitinhas- Passa fome não é uma opção. Odeio passar fome, fico de mau humor, fico chata affe, não dá. Mas, aí você chega em um lugar, tipo rodoviária ou festinha de criança que só tem junk food. Ou você gasta seu tempo indo atrás da pipoca ou você leva uma marmitinha com você o tempo todo. Minha bolsa sempre tem uma coisinha para mini lanches. Para não levar comida para a festa minha opção é jantar super bem antes de ir.

giphy

3- Sim, você vai ouvir que não precisa fazer dieta- Perdi a conta de quantas vezes escutei essa frase: Mas, Carol você é magra por que faz dieta? Comecei essa dieta com o intuito de ganhar massa muscular, porque apesar de toda malhação tenho flacidez e queria melhorar isso. E justamente, eu só sou magra porque controlo minha alimentação.

4- Não, não é dieta e sim um jeito de viver- Não, considero dieta(só em alguns meses que a coisa fica restrita real), acho que é uma reeducação alimentar. Um jeito novo e diferente de olhar a comida. No começo ia na nutricionista uma vez por mês, agora as visitas ocorrem a cada três meses e dependendo de como me comportei naquele período, ela libera umas coisinhas ou outras. Juro, faz meses que não emagreço, até porque minha alimentação já é super saudável e não tem mais o que restringir. Para quem já come saudável tem que dobrar os exercícios para poder emagrecer, mas não é esse meu foco.

post-28159-I-eat-everything-gif-Blake-Liv-WzyB

5-Sim, você pode sair da dieta- E como disse não dá para dizer nunca mais vou comer isso ou aquilo. Claro que 99% do tempo me mantenho comendo saudável. As vezes tenho vontade de um docinho e me permito de vez em quando comer um pedacinho de algo que tenho vontade, mas tento ficar no pedacinho, porque já me satisfaz.  E vou dizer para vocês com o tempo o desejo por alguns alimentos diminuem e as tentações ficam menores.

Na verdade tudo na vida a gente, tem que ter equilíbrio, né? Eu encontrei o meu e posso dizer que me sinto bem assim, mesmo com todas as tentações que possam surgir eu supero, contorno, vou dando um jeito.

E vocês como lidam com isso?

categorias: Beleza

Sobre dietas…aprendendo a comer e emagrecer.

Eu voltei com os posts sobre cuidados com o corpo e saúde, vamos ver até quando eu consigo escrever sobre isso…Já que é uma coisa tão incorporada na minha vida que as vezes esqueço…Hoje  o post é sobre dietas…alimentação e suplementação…

98105589-dieta-beyonce

Mas, Carol você é magra por que faz dieta?

 Comecei essa dieta com o intuito de ganhar massa muscular, porque apesar de toda malhação tenho flacidez e queria melhorar isso. E justamente, eu só sou magra porque controlo minha alimentação. Não, considero dieta(só em alguns meses que a coisa fica restrita real), acho que é uma reeducação alimentar. Eu vou na nutricionista uma vez por mês e dependendo de como me comportei aquele mês, ela libera umas coisinhas ou outras. Juro, faz meses que não emagreço(embora ache que dois quilos a menos seriam ótimos, mas não tá fácil. Ando estressada e isso dificulta emagrecer), até porque minha alimentação já é super saudável e não tem mais o que restringir. Para quem já come saudável tem que dobrar os exercícios para poder emagrecer, mas não tô dando conta.

Você toma suplementos?

Sim, nada de exagero, prefiro suplementar com alimentação,mas tomo minhas coisinhas que a nutri indicou.

Carol porque você não come glúten, nem lactose, aderiu a moda?

Se isso sim, sim, mas não, não aderi. A lactose eu nunca fui adepta, porque desde pequena tenho intolerância e sempre passei muito mal se comia leite e derivados(existe a escolha de comer e passar mal, mas como não é nada agradável eu cortei, com o aval da nutricionista). Faz uns dois anos ou mais) que não como glúten, não sou celíaca, mas incho demais com farinha branca e me incomodo por isso evito ao máximo(mas se tem uma festa, brinco que reservo o glúten da semana para o bolo e como um pequeno pedaço).

Você não tem vontade de comer um chocolate?? Ou bobagens??

Claro, que tenho. De vez em quando eu como um pedacinho de algo que tenho vontade, mas tento ficar no pedacinho, porque passo mal. Explico, esse fim de semana por exemplo comi um alfajor inteiro(não só um pedacinho) e adivinha passei super mal do estomago, meu corpo não está mais acostumado a besteiras e se como, claro que vou passar mal.

Carol, você não passa fome? 

Comecei essa reeducação porque comia de menos, aí rolou uma forçação de barra da minha nutricionista pra eu comer além da minha conta. Claro, que coisas saudáveis, não passei fome e pasmem emagreci comendo mais. Depois, passei um período de stress e tava usando o comer demais como conforto, percebendo esse meu movimento, a nutri mandou eu voltar a comer menos. E agora estou encontrando o equilíbrio entre as porções ideais para mim

Na verdade tudo na vida a gente, tem que ter equilibrio, né?  A gente tem conversado bastante sobre isso e de saber o que cabe pra cada um e as dietas ou reeducações alimentares seguem na mesma linha.

E vocês como lidam com isso?

categorias: Beleza

Sobre o exercício físico ideal para cada pessoa.

exerc
Vira e mexe eu falo nesse assunto de exercícios físicos e dietas lá no meu snapchat(vai lá-alfinetes) e pouco trago aqui para o blog. E como o assunto do balé rendeu por esses  dias aqui no blog, resolvi falar um pouco disso, baseado em alguns comentários e perguntas que as pessoas me fazem.

Carol você malha todo dia?

Sim, se estou em São José dos Campos, vou a academia todo dia(de domingo a domingo). Sou mega disciplina e vou mesmo cansada(depois o cansaço passa e fica tudo bem). Posso afirmar que essa é a época que menos me exercitei na vida(uma hora e meia por dia). Parece loucura, mas me sinto muito mal(dores e tal) se não me exercito. Sempre dancei e muito(4 horas por dia e depois ia na musculação).  Antes de mudar para cá, minha rotina era 3 horas de aulas de ballet e musculação. Semestre passado estava na Yoga, Pilates e funcional. Mas, como estou fechando minha tese e esse período é tenso, resolvi ficar só com o funcional (tenho um personal, que me ajuda a montar os treinos)que consigo fazer em horários mais alternativos(quem me segue no snap, vê que as vezes vou treinar as onze da noite). Assim que acabar tudo isso, tô louca para voltar para minha rotina de exercícios mais intensa.

Carol, que exercício você acha ideal?

Depende muito, sabe do que do objetivo e físico de cada um. Se a sua ideia é emagrecer é um, se é ganhar massa é outro, se é só se mexer um pouco é outro, enfim…Para tomar essa decisão o primeiro passo é se perguntar o que você quer com aquela atividade. Depois de resolvido isso, o ideal é saber o que você deve ou não deve fazer(isso um bom profissional da área, vai te ajudar). Explico, eu por exemplo tenho frouxidão ligamentar(Síndrome da Hipermobilidade Benigna), ou seja tenha muita flexibilidade e facilidade de tirar alguns ossos do lugar(tipo rodar as vértebras da coluna e quadril). Isso, me limita a fazer exercícios com muita carga, e principalmente os que são feitos com grande amplitude de movimento, por exemplo, crossfit tô proibídissima. Mesmo tendo a musculatura forte, eu fatalmente vou me machucar com ele. Uma coisa que me ajudou demais, foi a consciência que tenho do meu corpo, essa percepção me ajuda a me preservar e evitar dores e lesões. Porque se sei que vai machucar, nem faço(e isso não é corpo mole, porque amoooo desafiar meus limites). Então, o exercício ideal é a combinação daquilo que vai te ajudar a cumprir seus objetivos, que não te machuque e que te dê alguma satisfação. Porque fazer aquilo que a gente não tá afim também pode gerar lesões. Ou seja, nada de exercícios físicos da moda, se eles não se adequam a você.

Carol, como faz para ficar com o corpo da Pugliesi?

Nasce de novo, em forma de Pugliesi(aliás quero deixar claro, que adoro ela). Não dá para ter uma meta fora de você, dá para estabelecer metas suas, como por exemplo, emagrecer 1kg em um mês, coisas possíveis, porque se não é frustração certa. Só para vocês terem uma ideia, malho todo dia, como direto e estou a anos luz do dedo do chinelo dela. Milagre não existe, pensa assim, quantos anos você tem? Então, esse foi o tempo que você demorou para adquirir essa forma física. Mudar dá trabalho e requer tempo e esforço. Se você vê alguém que mudou muitooo rápido, pode apostar que tem angu nesse caroço.

Só para acabar, ter uma rotina de vida saudável não é moda, é um jeito de ver o mundo, tudo com muito equilíbrio(nada de ser xiita) e prazer.

obs: vou fazer uma rodada depois contando as perguntas sobre a minha dieta(aproveita e pergunta aí).

obs2: Esse post surgiu de um papo com a snaplubrasil.