categorias: Compras Moda

O casaco mais popular que a Zara já teve.

13402494_968354813272674_761388808_nOlha eu de novo de olho nas modinhas do instagram. Dessa vez, a história é no minimo inusitada. A gente tá cansada de ver e saber que vez ou outra que uma peça cai no gosto das instabloggers. Aí vira febre e o negócio vende mais que coca cola no deserto.

Pensa se essa peça é da Zara, a coisa se multiplica em zilhões de vezes. Creio que por dois motivos: 1- o volume de peças que são produzidas. Mais gente comprando, mais gente tirando foto, mais popular a peça fica. 2- a facilidade de acesso a peça pela quantidade combinada com o preço. Rola um desejo e uma concretização de compra(caso você tenha sorte de achar a peça) e um sentimento de “eu pertenço a moda”.

#thatcoat is celebrating 🍾🍾🍾💕 #celebration #wedding @zara #confetti

Uma foto publicada por That Coat (@thatcoat) em


A última bolacha do pacote da Zara é um casaco azul, estilo clássico, meio chanelesco e simples até. O bichinho ficou tão famoso que ganhou uma conta no instagram (a conta chama @thatcoat) foi criada por uma blogger e  mostra os diferentes jeitos e lugares em que o casaco foi flagrado por aí.  Pamem que a conta já tem mais 200 fotos e 6k de seguidores.

A day in the life of #thatcoat #ootd #commute #atwork #coffeebreak #nationalnews #hometime

Uma foto publicada por That Coat (@thatcoat) em

Acho muito engraçado, muito pela onipresença do casaco. E aposto que isso não é a primeira vez que acontece com uma peça da Zara, só não tinha rolado um perfil do instagram antes(não que eu saiba). Ainda não vi na Zara por aqui, mas caso você se interesse ele custa 79,95 euretas (cerca de 300 reais), não duvido que logo esteja em nossas lojas.

Vocês lembram de alguma peça da Zara que tenha rolado esse frenesi?

categorias: Compras

Nossas preces foram ouvidas: Os novos tênis coloridos da Adidas.

adidas-stan-smith-adicolor-sunglow-refelctive-01Amémmmmmm Sem orrrrr…Nossas preces foram ouvidas.  Sim, sou viciada em tênis e se dependesse de mim teria um de cada cor. Quando lançou a coleção do Pharrell Williams para Adidas, aquela que tinha uma gama imensa de cores lindas(lembra aqui) eu fiquei acordada esperando para comprar no site da marca. E para minha tristeza só chegaram números acima de 38(ou 37 não lembro bem), mas o fato é que não tinham os números mais vendidos para as mulheres no Brasil 35/36. Fuen, fuen, fuen. Enfim, o tempo passou e a Adidas jogou forte o modelo Stan Smith no mercado, tanto que virou o sneaker queridinho da temporada(eu ainda prefiro o Superstar, preciso dizer isso). O fato é que os coloridos voltaram e dessa vez tem números pequenos. AMÉMMMMMMMM.

12531190_256210191389288_1587498013_n

Comparação: Pharell X Stan Smith

O modelo Stan Smith Adicolor acaba de ganhar seis novas cores, as primárias amarelo, azul e vermelho (eu comprei o amarelo, amandoooo) e as cores Halo Blue(um azulzinho quase branco), Shock Mint (verde menta) e  Sun Glow(um tom de pêssego). Os três últimos mudam de cor no escuro.

adidas-originals-stan-smith-adicolor-yellow-03Ela está a venda no site da Adidas por R$379,99(eu paguei 300 e pouco porque usei um cupom de desconto que achei na internê) e minha dica é que se comprar pela internet compre um número menor que você costuma usar. A Adidas tem uma modelagem enorme. Tô super contente com meu amarelo e vocês curtem essa onda de tênis coloridos?

categorias: Moda

A riqueza da moda e os grupos mais poderosos do momento.

LVMH Young Fashion Designers Prize

LVMH Young Fashion Designers Prize

Este post é tipo para olhar com os olhos e lamber com a testa, mas também pra gente entender um pouco como funciona o mundo da moda nas high high high brands (sim muitooooooo ricas). O tempo todo falo de marcas aqui e de vez em quando acho legal entender de onde vem as coisas e como essas marcas se organizam. A maioria das grandes marcas estão em conglomerados da moda, grandes grupos que reúnem essas marcas sobre um presidente, uma direção de negócios e estrategias de ação. Os maiores são: Kering(ex PPR, presidente é o marido de Salma Hayek), Richemont,  LVMH,  tem ainda o grupo Prada(bem menor) e as marcas independentes(veja o infográfico abaixo que não tá tão atualizado, mas dá para ter uma ideia. Desde então essa cartela  de marcas só cresceu e algumas independentes como a Ralph Lauren foram compradas pelos grupos).

luxury_brands_igl_3

fonte: infographiclabs

Bom, são todos diferentes e ao mesmo tempo muito semelhantes, sempre em busca de excelência, para atender um público super exigente(confesso que sou parte desse público exigente, só não tenho grana para bancar os luxos #contradiçoes).

A nova cara da Gucci- compromisso com novos talentos.

A nova cara da Gucci- compromisso com novos talentos.

A Kering que aglomera as marcas Gucci, Bottega Veneta, Saint Laurent, Alexander McQueen, BalenciagaStella McCartney, busca incentivar a imaginação, dar oportunidades a novos talentos. Além disso, apoiam  causas feministas e tem uma programa de conservação dos ofícios tradicionais, por meio de treinamentos. 

Rihanna vai lançar sua linha de make pela LVMH

A enorme LVMH tem mais de 70 marcas com a missão de manter alta qualidade em 5 setores, entre as quais bebidas com Dom Perigon, Moët & Chandon, Veuve Clicquot.  Moda com as marcas Louis Vuitton, Fendi, Celine, Dior, Emilio Pucci, Givenchy, Kenzo, Donna Karan, Marc Jacobs. Na linha de cosméticos Guerlain, Acqua di Parma, Parfums Dior, Givenchy Parfums, Benefit Cosmetics, Make Up For Ever, e no mercado de jóias as mais famosas são Tag Heuer e Bvlgari. 

Chloé-uma das minhas marcas favoritas

Chloé-uma das minhas marcas favoritas

Algumas das criações de luxo de maior prestígio no mundo são fabricados nas maisons do grupo Richemont super privilegiam o design e a manufatura. Entre as quais, Cartier, Van Cleef & Arpels, Mont Blanc, Alaïa.

No Brasil esse modelo de negocio já tem seus adeptos com a In Brands, AMC Têxtil e outros…O que eu acho interessante em todos estes grupos é que eles dizem para acreditar em desafios intelectuais, o equilíbrio entre a vida profissional e a vida privada, desenvolvimento pessoal e diversidade de oportunidades. O discurso é que para eles cada pessoa tem uma vocação , e que a obrigação dos grupos é ajudar cada pessoa a explorar o que lhe permite progredir, adquirir novos conhecimentos e contribuir para o sucesso do grupo .Pode ser apenas um discurso, mas creio que existe um quê de verdade, porque, apesar das dificuldades da moda mundial ultimamente, o faturamento dessas empresas não para de subir. Algum motivo deve ter, você não acha?