categorias: Moda

Comprando Roupa em fast fashion: Um mini guia de Custo x Benefício.

Então gente, como vocês devem saber hoje vai ter uma pré-inaugurarão da primeira loja da Forever21 no Brasil (a inauguração oficial rola sábado). A loja é o paraíso das fast fashion, a loucura de quem vai ao exterior e nunca viu tanta roupa barata junta(a gente vai pra São Paulo conferir de perto, como vai ser esse lançamento já, já. Acompanha o instagram do blog.) O meu amor por fast fashion (e essa inauguração, claro) me fez refletir e tentar fazer um mini guia de como comprar nessas lojas.

Fast Fashion, segundo Enrico Cietta, não é sinônimo de preços baixos e pouca criatividade. Preciso dizer que concordo muito. A ideia é produzir em grande escala para proporcionar preços melhores. (Os preços as vezes não são super baratos, até porque a gente já sabe que produzir moda no nosso pais não é fácil) Isso, não significa necessariamente má qualidade (As vezes acontece, claro, mas não acho que isso seja regra). Até porque tenho varias peças de fast fashion gringas(Primark, F21, H&M e Zara) e brazucas (C&A;Renner,Riachuelo,Marisa), duraram anos e tem modelagens ótimas…

Mas tá ai você me pergunta: como comprar nessas lojas com inteligência?

modinhas1-Comprando modinhas- Eu sei que roupa não é descartável, mas pensa comigo: vale investir uma boa grana em peças que você sabe que vão sair de moda? Imagina o quanto estaria arrependida se tivesse gastado $$$$4 em uma calça listrada P&B que ninguém mais aguenta ver. Então, as fast fashion são ótimas pra isso, a gente paga pouco em peças do momento.

Stack of coloured linens isolated on white background

2-Comprando coisas básicas do dia-a-dia- Já falei que amo uma regatinha de malha, né? Uso pra tudo, por baixo de roupas, para dar aula de dança, para ir à academia, para ficar em casa. Enfim, preciso de quantidade, uma de cada, por favor. (Amo umas caneladas que sempre tem na Forever21 e custaram 5 dólares). E tudo bem se elas duram seis meses, porque sempre vou repor. Fast Fashion, o paraíso para quem quer quantidade…

qualidade3-Checando a qualidade-É possível comprar roupa boa em fast fashion??? Sim, falei que tenho várias peças que tenho há muitos anos e que comprei na Renner, por exemplo. Amo comprar casacos, camisas, e calças nessas lojas. Mas, antes sempre verifico:

Tecidocheco a composição e o toque na pele (evito os tecidos com muito poliéster, porque não me dou bem), prefiro sempre as fibras naturais. Além disso, saco que o tecido não é daqueles que criam bolinhas ou desbotam fácil.

Acabamento- observo se tem muita linha sobrando e se é possível tirar, vejo se a peça tem a costura fraca, se tem botão reserva.

Modelagem– Pensa em uma pessoa chata com isso..EU. Caimento, corte pra mim é fundamental, experimento e isso define muitas vezes se compro a roupa ou não.

peças marcantes 4-Comprando peças marcantes-Uma coisa que evito comprar nessas lojas são peças super marcantes. Uma estampa que não é comum, uma peça mais “diferentona”. Só porque o risco de você encontrar uma “amiga” igual a você é grande. Mas, como também acredito que cada um pode dar a sua personalidade a peça. Isso não é grave…

Por fim- É claro que a gente sabe que peças melhores custam mais, porém nem sempre. Quem nunca pagou caro em uma peça de roupa e se arrependeu? Só,porque não era essa Coca Cola toda e estragou ou qualquer outra coisa…É inteligente ter umas peças boas de qualidade, com acabamento excelente, sim claro. O resto a gente atualiza com as peças que de fast fashion

 Até mais, que vou ali me jogar na Forever 21 e amanhã eu volto(me acompanha no Instagram)

Beijos…

 

 

Comentar resposta para Nique Cancelar

Comentários via Facebook

12 comentários via blog

  1. Camila Faria

    Ansiosa para saber como vão ser os preços por aqui (até porque a Forever21 é uma das fast fashions mais baratas lá fora, né?). Acho ótimo termos várias opções de lojas de departamento por aqui. Isso quer dizer: mais opções e mais possibilidades de acharmos aquela peça desejo por um preço amigo!

    1. Carol respondeu Camila Faria

      Amei os preços, vale a pena.
      bjs

  2. Clarissa Carino

    Adorei a matéria… eu prefiro mil vezes fazer minhas compras de roupas – principalmente as mais básicas – em fast fashions, não só pelo preço, mas também porque não tenho paciência pra vendedor no meu pé me empurrando qualquer produto… Então já desenvolvi algumas técnicas pra checar a qualidade dos produtos antes de comprar, como você falou, pois isso é importante, né? Não adianta nada pagar menos de R$20 numa camisetinha e ela não passar da primeira lavagem e nem comprar algo muito sintético e depois ficar transpirando litros por aí hehehe

    To louca pra inauguração da Forever 21 aqui no Rio também, mas tenho minhas dúvidas se os preços serão tão convidativos quanto são lá fora… ou se vai ser algo mais estilo Zara.

    1. Carol respondeu Clarissa Carino

      Vendedor no pé é um saco mesmo. Tem uns ótimos, mas outros..
      bjs

  3. Lala Ismerim

    Ótimas dicas Carol.
    Agora vamos esperar pra ver os precinhos da F21 né.
    Vou acompanhar pelo seu instagram!
    Beijo

  4. Renata Nogueira

    Adorei o post! Eu amo uma fast fashion! Tenho coisas boas e outras descartáveis, mas uso todas! E se não usar, tá valendo! Bjs!

    1. Carol respondeu Renata Nogueira

      Não é Re?
      bjs

  5. mari (andpizzazz)

    Assino super embaixo, ia completar alguma coisa mas nem preciso. Concordo com tudo, faco igual.

    Bjs!

    1. Carol respondeu mari (andpizzazz)

      Completa Mari,
      bjs

      1. mari (andpizzazz) respondeu Carol

        Nao tenho mais nada a declarar 🙂

  6. Nique

    Excelentes dicas, sou dessas que adora uma comprinha online, e não corre de nenhuma vitrine na rua, adoro ver as novidades e tendências tudo com moderação, estou louca pra conhecer a F21 e me jogar, pelo que soube os precinhos serão bem amigos. #tomara

    1. Carol respondeu Nique

      Nique a F21 daqui é demais.
      bjs