categorias: Moda

Pare de Pensar e Comece a Sonhar

Esse final de semana tivemos um reuniãozinha sobre os rumos do blog. Como coligar esse espao, que pra mim Carol, é minha terapia diária e pra Lívia é ligada a profissão dela. E, como “casar” isso que de algum modo o que pra mim é gosto, e pra ela é funão…
Fico em crise do que escrever no blog e,  que linha ele deve seguir, enfim…
Nas minhas andanas diárias nos “blogs que valem a pena” tava visitando o blog da querida Rapha Avena e tinha uma entrevista que ela deu pra outro blog o Futilidadesque me fez pensar…Sobre o papel dos blogs de moda.
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=U3MX432ekCU]
A Rapha falou algo interessante os sites especializados em moda falam de conceitos e tendências da passarela e a gente, abre um pouquinho mais o nosso olhar, o pessoal.
Não que a gente não precise pesquisar e estudar pra isso, mas é o nosso olhar.
Esse olhar é que faz as pessoas quererem ler os blogs,  mostrar a reaão do “público” que na verdade somos nós mesmos…Como nós recebemos este ou aquele produto ou tendência…E vou confessar, compro alguns produtos porque “as meninas” dos outros blogs aprovaram…
Porque, eu prefiro acreditar no que as pessoas acreditam do que as empresas me indicam..
Ainda, uma sonhadora que acredita nas pessoas…
Obs:
As meninas do Futilidadeshoje postaram aqui , um assunto que interessa as blogueiras de moda.
Sobre os credenciamento dos blogs nas semanas de moda e o reconhecimento dos mesmos, como veículo de comunicaão de moda, como já acontece em outros países. Essa iniciativa, já comeou com o GNT, com o moda pra todo mundo, e alguns estilistas como o Jefferson Kulig, (post completo  aqui )  que querem os blogueiros na primeira fila de seu desfile.  Precisamos comear a mudar o pensamento e entender que os blogs são veículos formadores de opiniões de pessoas pensantes  atuantes e consumidores de moda. Vamos nos movimentar???
categorias: Semana de Moda

Você usa roupa ou design

Olha como as coisas são engraadas, lembram do comentário que  fiz sobre o Fashion Rio.
Pois, é poucas coisas tinham realmente me arrepiado porque que faltaram nos desfiles, uma preocupaão em “casar” o conceitual com o Prêt–porter. E um pouco mais de paixão nas passarelas….
Talvez, chatices de uma artista-consumidora que gosta de ver inovaões na moda.
Bom, mas como eu ia dizendo no meio das minhas chatices apareceu em meus comentários um convite pra participar de um concurso para o blog cobrir o desfile do Jefferson Kulig noSPFW e levar umas leitoras.Legal, né meninas? Fiquei super ressabiada porque não gosto de participar de concursos, acho que é trauma de infncia, mas fui pesquisar sobre o Jefferson e gostei tanto do trabalho dele, por isso resolvi participar.

Nas pesquisas que fiz para escrever este post, achei muito interessante uma campanha que ele lanou que chamava : “Você usa roupa ou design”, que questiona qual o significado da roupa ,que vai além dos limites do vestir e se coloca algumas vezes como arte.

exatamente aquilo que falei pra vocês, quando disse que gostaria de ter visto mais “paixão” nas passarelas.  E que  os criadores pensassem no fator comercial como conseqência de sua obra, e não como objetivo principal de suas criaões.
Jefferson Kulig com sua moda “conceito” trouxe até então, para a passarela uma moda carregada de significados, sem perder a possibilidade de transferência de seus modelos para vida real.
Tanto que Jefferson Kulig, mantém um blog e um site ativo, além de uma loja virtualcom preos ótimos, e frequente páginas em revistas conceituadas de moda.

E o que vai vir por ai? Podemos matar um pouquinho da curiosidade que ronda o SPFW, conferindo alguns penteados que podem aparecer no desfile.
Será que estaremos na primeira fila, conferindo tudo de pertinho?