categorias: Beleza

Vamos pintar o cabelo? Que tal um novo ombré?

Lá vemmmmmm #medo #mesegura , #mecontrola. Não posso ver uma modinha que já baixa a louca da transformação(meu cabelo já não aguenta química já pensou se eu implanto em mim toda a modinha, tô lascada). Enfim, a primeira vez que vi essa cor de ombré, o Rose Ombré hair( que é um Rosa velho lindooo) foi na minha cunhada( achei super #trendsetter, achei ousada). A partir daí, não se se abri meus olhos para tal, mas comecei a ver por todos os lados esse cabelo que tô achando lindoooo, porque ao mesmo tempo que é moderninho é pode ser discreto.

Agora, vou te contar a parte boa e a parte ruim de tentar essa modinha: Dura pouco. Isso é bom ou é ruim? Os dois. Se você não gostar em 4 semanas a cor desbota, se você curtir vai ter que refazer.  A vantagem é que se você resolver não refazer, não vai ficar com cara de desleixo, vai virar um ombré normal.  Para isso, esclareça a seu cabeleireiro que você não quer linhas marcadas(Acho essas linhas super anos 90). Reforce porque isso já aconteceu isso comigo, deixei por conta do profissional e em algumas mechas a coisa ficou marcada, com cara de tintura feita, demorei três colorações (ou seja quase 3 meses) para acertar o tom e desmarcar as mechas.

Outra parte que pode ser ruim, é que o processo é o mesmo do ombré, ou seja descolore. E vocês sabem que tem todo um cuidado envolvido para cuidar de cabelos descoloridos. Conheço três marcas que trabalham com tinturas com cores diferentonas: Keraton hard colors, Manic Panic e Exotic Colors. Se você está disposta ou já tem o cabelo descolorido se jogaaaaaa.

E ai quem se aventura??

categorias: Beleza

Por que o cabelo novo da Juliana Paes fez tanto sucesso?

1741838-juliana-paes-esta-com-os-fios-mais-curto-950x0-3

Meninaaaaaaaaaaaaaaaa o que é que tá acontecendo com esse blog que só se fala de cabelo?!?! Dessa vez só coincidências da vida. Mentiraaaaaa que já tô aqui tomando coragem para fazer umas luzes(balayages, ombre or something else). Já sabe a chance do cabelo ficar podre, né?Então…Enquanto isso me mantenho olhando o cabelo dos outros só para me acalmar e ver que nem toda mudança dá ruim. Aliás, tem umas que são ótimas…

Já não é novidade para ninguém que anda rolando um movimento volta aos cachos/cabelos naturais: a famosa transição capilar. Que nada mais é que um processo que as meninas de cabelos cacheados e crespos passam quando decidem se livrar do alisamento. Não é fácil e exige paciência, porque uma vez alisado o cabelo não volta ao natural, tem que cortar(existe mil técnicas para isso, mas não vou entrar nessa questão. Focooooo- quem vê pensa). Enquanto o cabelo não cresce tem que rolar algumas técnicas de texturização para lidar com duas texturas em um único cabelo. Enfim, olha a fundamentação teórica aí genteeeeeeeee(difícil me livrar desse lado acadêmico e a noia de fundamentar, mas segue o jogo). Vamos voltar ao assunto do post? Focoooo. Mas, por que o cabelo da Juliana Paes fez tanto sucesso? 

Ela está com os cabelos naturais por causa das gravações do filme Dona Flor e Seus Dois Maridos. Talvez uma feliz coincidência? Nunca saberemos. Em época que as meninas estão de toda forma tentando se aceitar e firmar causas de empoderamento feminino. Sim, o cabelo é só um complemento. Mas, faz parte disso. A ideia, segundo a própria Juliana, é se sentir bonita e confortável com a sua escolha(Vamos combinar que ninguém quer ser escrava de escova e manter o cabelo mais natural possível é libertador. Aliás não somos obrigadas a nada.). Isso só resume porque essa mudança que em outros tempos poderia ser super criticada ganhou forças e muitos elogios. Porque no fundo no fundo é isso que a gente quer ser feliz do jeito que a gente escolhe ser. Um dia super montada, um dia super natural, quem decide é a gente mesmo. Nossas escolhas são só nossas. Vocês não acham?

categorias: Beleza Semana de Moda

O coque com surpresa um oferecimento da Dior.

christiandiorspring2017backstage4czcjz-pukzx

Sexta feira sua lindaaaaaaaaaaa. Então, vocês repararam que eu falei de semana de moda, quase essa semana toda(só segunda que não)? Claro, que comi pelas beiradas e fui abordando os assuntos sem fazer a batida coletânea de tendências e ou mostrar os desfiles na integra. Até que não foi ruim, dado que sei que vocês não são fãs desse assunto. Bom, mas para encerrar essa semana que virou semana de moda aqui no blog(Juro, que não planejei, até porque se planejo muito os posts dá ruim, né? Voces sabem..) pahhhhhh vamos falar de cabeloooo.

desktop1

Tô me achando a descobridora de modinhas. Não sei se vocês lembram (vou te ajudar, veja aqui. Ai como sou legal. ALOKA) que fiz um post sobre um jeito diferente de prender os coques, que tava rolando no instagram e algumas atrizes estavam aderindo. Ai vem a Dior essa semana e me coloca no desfile o coque idêntico ao das meninas do instagram.

desktop2

Então, será que a Dior ficou de olho nas modinhas do instagram e resolveu aderir? O quanto as redes sociais interferem na criação das modas? #duvidas