categorias: Famosos

4 coisas aprendi com o red carpet: edição Emmy Awards.

Fuen, Fuen, Fuen, tava mega empolgada pelo evento de ontem, mas juro não me emocionou. Para não ser injusta, claro que gostei de alguns looks(talvez os menos convencionais), mas acho que me diverti tanto com o VMA  que o Emmy ficou em assim meio sem graça. Claro, são dois red carpets totalmente diferente, um com cara de choooque o outro mais clássico cheio de vestidos de alta costura(aprendi que provavelmente sou turma dos que gostam de chocar). Mas, aprendi outras coisas que queria dividir com vocês nesse post.

Colagens1Aprendi que gosto de sair do óbvio- Já tenho notado essa minha tendência a querer ser um pouco diferente, percebo que os clássicos não me encantam e não são muito a minha cara. Quando fui escolher o modelo do vestido do último casamento que fui apostei em um modelo, make e cabelo clássicos, não achei nada minha cara e fiquei me sentindo velha. Na próxima vou atrás de sair da zona de confortoSarah Hyland com esse modelito cropped, me encantou usaria já. Além do mais, não precisaria gastar uma fortuna de cabeleireiro porque esse cabelo eu faço quase todo dia em 5 minutos(bailarina feelings). Natalie Dormer com esse modelo duas cores, também me agradou muito(acho que me identifiquei com o fato dela ser despeitada-assim como eu- e esse decote ajuda as desprovidas). January Jones tava divina, a gente sabe que cabelo preso e batom vermelho envelhecem(aliás vivi isso na pele), mas esse cabelo enroladinho ajuda a dar uma cara de menina(to com essa mania agora, me avisem quando a coisa tiver grave e eu precisar de tratamento). sandália era demais, moderna e deu um peso legal no look(na hora de escrever o post vi que não tinha colocado a sandália na montagem-então clica aqui).  Por fim, amei esse amarelo e rosa nada óbvio que Teyonah Parris escolheu.

classicoOs clássicos que funcionam – Escolher um vestido de cor primária, tomara que caia, sereia é obvio pra caramba, mas funciona. Tenho que admitir, que apesar de não ter muito a ver comigo, essa escolha clássica é perfeita.

giseleUm cabelo Gisele sempre funciona– Natalie Dormer arrasou no cabelon(e no vestido que já falei). Achei Gisele feelings total, parabéns pra você que consegue imitar e ficar bom.

Capturas de tela2Detalhes que fazem a diferença– Vocês precisam um dia assistir red carpet comigo é a coisa mais divertida do mundo o quanto me atrapalho. Sério, quero fazer tudo. Alimentar a fanpage do blog, postar no instagram, selecionar as melhores fotos, olhar a TV, papear com as amigas no Whatsaap, comentar com vocês e com o marido(sim, gente faço o pobre assistir comigo, porque quem me coloca na casinha?). Aí foi ele que me chamou a atenção com um: “nossa o povo tira foto de tudo, de mão a maquiagem”. Pois é, os detalhes fazem a diferença. E olha a delicadeza o brinco de Taylor Schilling(de uma lado só), as unhas de Sarah Hyland, a tiara de Hayden Panettiere e o delineado gatinho de minha musa Kelly Osbourne, sem dúvida fazem a diferença..

sapatoA escolha do sapato-  As vezes a gente acha que um sapato preto ou  scarpin salvam a nossa vida. Ledo engano. Claro, são básicos, mas presta atenção nos looks acima. Os sapatos pretos pesaram e os scarpins não ornaram. No caso da Zooey Deschanel, o sapato ficou mais evidente que o vestido e para Betsy Brandt(florida) uma sandália daria uma leveza.

E vocês o que aprendem com os red carpets?

categorias: Famosos

VMA E OS LOOKS QUE VOCÊ JAMAIS PENSOU EM VER.

Adorooooo um tapete vermelho do MTV VMAs é o mais divertido do ano. Acontece tudo menos o esperado(Quem não lembra de Lady Gaga vestida de carne e por aí vai) e este ano não é exceção. Vamos rir, porque depois de uma abstinência de red carpets agora vamos para a overdose. Essa semana ainda vai rolar Emmy Awards. Juro, que fiquei pensando um jeito de inovar no post(amanhã mando cartinha para as celebs do Emmy que sei que vocês amam).Não consegui ter uma ideia brilhante e resolvi repetir o meu arroz com feijão e comentar os looks que mais gostei, o que pelo amor de Deus e as surpresas da noite. E essa noite foi cheiaaa delas, quem me acompanha no instagram viu que eu dei uma surtada por lá. Imagina aqui em casa(meu marido me atura coitado), eu gritando a cada aparição. Mas deixa de blá e vamos aos looks(deixei um monte de gente de fora, porque o post ia ficar giga e tem gente que nem merece nossos comentários).

Apresentação1 (5)Eu sei gente que vocês não me aguentam mais falando delas, mas tá difícil de escapar. A Kim nem sempre é a minha favorita, mas ela fechou o VMA com esse Balmain, tava lindatava sensual tava decota(quase mostrando todo os peitos, as usual), mas tava tão Kardashian. As novinhas tavam bem, só acho que Kendall é a nova Kim(com menos carne óbvio) e Kylie Jenner é a nova Khloé (ah, ela provavelmente esta usando o lipliner da MAC, Whirl).gwen stefani

Sem palavras para Gwen Stefani, madura, linda. Esse conjuntinho tá no dresscode da premiação, tá phyna, ou seja tá a Diva que simplesmente adoroooo. Vai ter gente que vai me dizer que tá “simprinha”, amém que tem gente que faz a simples e fica Diva (Repararam que ela não tá de batom vermelho e colocou um rosa que parece o Flat out Fabolous-não sei se é-para combinar com o look?).

Solange-KnowlesA dupla que saiu da cama- Tenho certeza que Jessie Jay, pensou pensou e não consegui escolher um look entre os vários que seu stylist mandou, aí teve a ideia brilhante(ou não) de fazer um look com amarração usando o lençol de seda da sua cama. Solange-Knowles nem se deu o trabalho, saiu da cama e foi. Deixou o cabelo do jeito que tava, não tirou o pijama e colocou um saltinho pra dar um up.

choque

Juro, quase tive um treco quando vi Katy Perry(de Versace) descendo pro red carpet, com um look em homenagem ao casal pop dos anos 90 Britney Spears e Justin Timberlake e o infame look jeans no American Music Awards em 2001(Não me digam que vocês não lembram desse look e que eles namoraram que me sinto velha desse jeito). Enfim, Katy ganhou um milhão de pontos comigo porque foi muito divertido, bem no estilo a zoeira never ends. Por último, a interrogação da noite foi Taylor Swift: Cadê a saia? Cadê o visual lady likeJuro, que fiquei sem entender(Achei tão Claudia Leitte na Copa- alguém no instagram me lembrou essa). Bom, mas paguei minha língua (porque acho ela bem sem sal) e apesar de não curtir o look de Mary Katrantzou(outra incoerência porque amo essa estilista) achei que ousou(e errou-mas ok, só de ousar tá bom, afinal cada um usa o que quer). Mas, de verdade como diz minha amiga Aline(Inspiredresses) faltou recheio, vocês não acham?

E me contem o que acharam de tudo isso junto???

categorias: Moda

Desvendando mitos: um minuto para valorização das gordinhas

Gente, então.Toda vez que coloco um look aqui ou uma sugestão de coisinhas que estão na moda, vem uma de vocês e me diz:  Mas, eu estou gordinha, acima do peso e isso só fica bom para magrinhas. Eu me revolto com essas palavras, porque sempre acho que todo mundo pode usar tudo. O que sempre digo é que você precisa conhecer seu corpo a ponto de decidir o que fica bom ou não. Não é porque dizem que, por exemplo, cropped top não fica bom para gordinhas que a gente deve aceitar isso como regra. Eu, mesmo sendo pequena, não curto usar cropped e isso não tem nada a ver com quilos a mais na balança. A ideia do post é mostrar que mesmo as meninas que estão um pouco acima do peso podem e devem quebrar alguns mitos da moda e adaptar para seu corpo. Não quero criar polêmica, porque na verdade cada um usa o que quer, mas quero de alguma maneira mostrar para vocês que, o que vai determinar o que você deve usar ou não,  é você mesma. Pensando nisso resolvi pegar pela internet afora  meninas estilosas que usam o que querem independente do seu peso,  ótimos exemplos a seguir:

Slide1Barriga de fora: Por si só inspira cuidados, só porque tem um pedacinho de pele à mostra, que não estamos acostumados a usar(não importa se você tá gordinha ou magrinha). Mas, isso não quer dizer que não é para usar. Achei tão legal o jeito que as meninas das fotos usaram, mostrando a parte superior do abdômen ou o umbigo mesmo, de uma maneira descolada. Viram como é possível usar essa tendência, independente do peso? Então,  não quero mais saber de ninguém falando que barriga de fora é pra super model…

Slide2

Roupa Justa: Isso inclui o uso de saia lápis, vestidos justos e decotados. A maioria das pessoas que pensam em usar uma peça justa, fica com a dúvida: “Será, que dá para usar roupa justa sem ser vulgar?”- percebem que isso não tem nada a ver com peso? É claro que qualquer roupa justa ressalta as formas do corpo, isso é um ponto legal, porque justamente você pode usar para destacar uma parte que você gosta. Uma saia lápis, por exemplo, fica muito mais legal se for justa. As meninas das fotos usaram casacos, cintos e coletes para equilibrar as proporções(reforço que proporção não tem nada a ver com peso).

Slide3Roupa Curta- Aqui também é muito mais uma questão de estar a vontade consigo mesma do que qualquer outra coisa. Eu mesma não sou segura em mostrar minhas pernas(sei que é loucura, mas na minha cabeça sou uma quase senhora de 40-outra vez isso não tem qualquer relação com o peso, mas com uma encanação pessoal). As vezes me aventuro e uso roupas mais curtas, aí opto por uma peça de roupa que complemente e deixe outras partes de meu corpo mais comportadas. Por exemplo, uma blusa, mais larga ou um casaquinho, um sapato baixo. Percebe que vale para qualquer tipo físicos e ou peso? Mito desvendado.

Notaram que os mitos tem muito mais a ver com como a gente se sente do que o quanto a gente pesa? Então, vamos deixar nossas bobeiras e preconceitos de lado?