categorias: Beleza Moda Semana de Moda

COMO SER UMA MULHER PODEROSA

Esta semana vamos falar um pouquinho sobre tendências de make! Ainda dentro da atmosfera das semanas de moda, muita coisa neutra no quesito beleza foi vista: muita pele “nada” (nada de blush, nada de sombra e nada de batom), tratada apenas com iluminador, e em alguns casos nem se usou rímel. Algo que beira o sem graça, já que, principalmente à noite, o clima de inverno pede muita cor escura, concordam? A meu ver, alguns estilistas pareceram querer surpreender, usando um make que é esperado em temporadas de verão; o resultado, porém, não agradou muito.

Vamos conferir então quais das grifes desfiladas no Fashion Rio e no SPFW apostaram em um make escuro bacana, usando cores e valorizando traços do rosto feminino, como é a preferência da maioria:

Para quem adora realçar o olhar, o make utilizado na semana de moda carioca é o ideal. Ausländer, Espaço Fashion e Giulia Borges fizeram a aposta de formas diferentes: a primeira marcou a região com sombra preta em todo o côncavo e além, passando-a também abaixo da linha d’água, com rímel a todo o vapor e deixando o blush e a boca bem neutros; a Espaço Fashion também aderiu à sombra preta de forma um pouquinho mais discreta, apenas na pálpebra móvel (parte de cima), não passando nada nem na linha d’água, nem no restante; blush e boca igualmente neutros. Por fim, Giulia Borges fez o inverso apostando no preto na parte de baixo dos olhos; a escolha de sombra foi o tom de marrom e o lápis preto foi bem marcado abaixo da linha d’água, juntamente com os cílios postiços, em uma inspiração “rostinho de boneca”.

Passeando agora pelos backstages do SPFW, vimos um pouco de cores nas bocas [ufa!], como utilizado pelo louvado Mario Queiroz e pela Colcci – o primeiro utilizou uma tonalidade nova da coleção da MAC, chamada ‘Seeds of Desire‘ -. Já a Cavalera com uma coleção mais jovial (e LINDA!) apostou no make a la cinquentinha, com delineador de gatinho para os olhos e o restante da pele mais suave, com blush rosado e batom nude.

É claro que os olhos super marcantes com sombra preta devem ser vetados para o dia, à menos que seja um grande evento que justifique seu uso; já os batons coloridos, mesmo os escuros, estão liberados para dias de inverno, pois o clima proporciona uma ‘licença poética’ para seu uso, digamos. Abaixo você confere algumas famosas que já usaram/usam os tipos de make citados anteriormente – confira e inspire-se!

Poderosas com make forte para o inverno! 😉

MARCÉLI PAULINO

Mad About Fashion

@marcelipaulino

categorias: Guia Masculino Moda

Arlindo Grund – Entrevista

Nesses dias de SPFW, entre uma correria e outra tive uma conversa com o apresentador , consultor de moda e stylist Arlindo Grund.

Vamos conferir?

 AM- Como você começou na moda?

AG– Eu não comecei na moda a moda que começou em mim. Desde que eu me entendo por gente vejo roupa na minha frente, que eu gosto de ler livro, ver revistas me informar sobre moda.

Eu me informava pra mim e a coisa tomou uma proporção tão grande, que de repente eu estava ajudando os amigos, depois eu montei um escritório e eu vim pra São Paulo e o resto mundo já sabe. Eu acho que a coisa tá no DNA, no meu sangue, eu não sei te dizer, começou como hobby e depois virou minha profissão.

 

AM- E você tem alguma formação em moda?

AG-A minha formação é comunicação social, pós em MKT e estilo pela FGV, e mestrado em Comunicação e Folclore. Tudo eu achava um espaço para colocar a moda, que era o que eu dominava e domino. Não tinha porque eu falar sobre administração ou outros assuntos que não tem a ver comigo.

 

AM-Como foi fazer um programa (Esquadrão da moda) que tinha um formato pré-estabelecido, como foi adaptá-lo para a moda e o público brasileiro?

AG-Eu acho que a grande diferença entre o Esquadrão da Moda brasileiro, para o inglês e o americano é cultural. O inglês fala o que pensa, fala abertamente dos defeitos e das características negativas dos participantes. O esquadrão americano me parece uma fórmula enlatada.  Eles colocam sempre blazer, calça e vestido para todo mundo.

A nossa história aqui é bem diferente. Primeiro que aqui, a gente tem essa coisa do contato físico, e da aproximação da participante, que conta até seus problemas pra gente. E, principalmente na hora de montar uma consultoria, a gente estuda muito, o dia a dia da participante, seu ambiente social, seu trabalho, os lugares que ela frequenta qual Para a gente poder dar opções de roupa que ela possa realmente levar para a vida e não se restrinja ao programa. A ideia é fazer uma moda “coloquial” que as pessoas se identifiquem.

AM- Como foi a concepção do seu programa novo no SBT, o Tenha Estilo?

AG- O SBT sentiu falta de um programa de moda na TV aberta, prepararam o projeto, trocamos várias idéias e chegamos nesse formato de 5 minutos. Costumo dizer que é uma consultoria exclusiva para quem está vendo o programa. É claro, tem meu humor e minha brincadeira, mas sempre procuro falar de uma maneira mais seria coloquial, sabendo que o público do SBT não é um público que entende da nomenclatura de moda. Então, quando eu falo shape, na mesma hora já falo forma, quando eu falo look na mesma hora já falo produção. Falo para um público em geral e tenho que respeitar essa comunicação, e o mais importante fazer com que eles me entendam.

 

AM-E o que é ter estilo?

AG-Acho que é você se sentir bem com a roupa que você veste, e acima de tudo ser educado humilde, e saber conviver com as pessoas.

 

AM-Como o público em geral entende essa moda que acontece aqui no SPFW, como ela se traduz nas ruas?

AG-Hoje fui gravar um “Tenha estilo” no Bom Retiro para mostrar também que se pode comprar roupa de qualidade, lá.  É claro, que não estou falando de grandes marcas, mas você pode sim comprar roupa boa por lá.

Quando entrei em uma loja vi uma arara toda em dourado.Perguntei o que é aquela arara? Era o preview de inverno da loja. Além de dourado, tinha renda, macacão, couro, lã, mix de texturas, calça cropped, tudo o que a gente tá vendo aqui no SPFW. 

A única coisa que não vi foi saia longa transparente, talvez fique restrita a passarela ou a marcas específicas. Isso é engraçado, acabou de desfilar e já está tudo nas araras do Bom Retiro. A maioria das tendências vai para rua, mas claro cada marca com seu cliente e DNA.

 

E aguardem o programa esquadrão da moda, volta já já.

Nós do Alfinetes de Morango agradecemos imensamente a disponibilidade e simpatia do Arlindo ao nos conceder essa entrevista. Agradecemos a sempre simpática, competente e prestativa Flavia Tartarella, da assessoria do Arlindo Grund.

categorias: Moda

Mermaid -Elle Brasil

Acabei de chegar da praia e estou nesse clima, verão….

Fazendo minhas pesquisas para o blog me deparei com esse editorial da Elle Brasil-Janeiro e não resisti em compartilhar com vocês.

Esse editorial me chamou atenção por duas coisas que são fundamentais na moda: Cor e textura.(Lembra da minha paixão por texturas aqui ?)

Elas estão nosso mundo por toda parte, e eles moldam o que somos (como uma cor alegra o dia, né?) e o que vestimos.

E como a roupa, muitas vezes, revelam nosso humor do dia, no verão as roupas tem que ter essa cara otimismo, felicidade e energia que a gente empresta do Sol.

Esse vestido texturizado, combinado com a escolha da locação, nos faz lembrar as escamas dos peixes e as criaturas exóticas do mar.

E quer mais Sereia que esta saia de escamas?

Já pode pular no mar?

Modelo: Martha Streck
Fotografo: Manuel Nogueira
Stylist: Rita Lazzarotti
Beleza: Celso Ferrer
Direção de Arte: Clayton Carneiro