categorias: Moda

Usando macacão como se não houvesse amanhã.

Vocês me conhecem quando eu cismo com uma peça…sai de baixo. Fico obcecada, além de procurar em várias lojas, eu só ando com ela. Essas últimas semanas tem sido o caso do macacão. Eu tenho algumas peças que variam do macacão longo ao macacão curto, que eu amoooo. Sabe quando a dia que a gente sai de casa com pressa e não quer pensar muito para se vestir. Acho que o macacão resolve todos esse dilema.

Na minha onda conforto, acho macacão super confortável. Claro que no que diz respeito às silhuetas,  existem muitas variações de cortes e formas. Eu sempre vou preferir os que deixam as coxas soltas(já falei algumas vezes que não curto muito de nada agarrando minhas pernas. Nem o boy hahahaha). Mas, óbvio tudo depende da sua escolha pessoal, tem gente que se sente super bem com um modelo mais justinho enfim…

Outra coisa que amo são os sem mangas de alças fininhas(se for desses modelos com nozinho e corte lateral, ganham meu coração real) …Estou adorando não usar sutiã e esses modelos são ótimos para isso. Agora se você não consegue sair de casa sem sutiã, você pode escolher um com alça mais larga, um ombro só ou até um de manga comprida. Há quem prefira os tomaras que caia, mas vocês sabem que eu não curto esses modelos (não tenho peito para isso e o modelo tomara que caia, no meu caso cai mesmo).

Uma coisa que eu acho legal na hora de escolher um modelo é procurar um que marque (nem que discretamente, de leve) a cintura. Como é uma peça interiça, acho legal marcar um ponto focal… Se você achar um modelo que amou e não nada que marque a cintura, calmaaaa, não se desespere. Dá para “marcar a cintura” com um lenço, uma echarpe, um cinto…

Eu já falei que o macacão é super versátil, né? A gente tem uma visão de que quando vamos a algumas ocasiões formais, muitas vezes temos a mentalidade de pensar que um vestido é sua única opção. Tenho visto em muitos red carpet e casamentos algumas mulheres optando pelo macacão. Enquanto um vestido pode ser uma das escolhas “segura”, raramente terá o mesmo impacto que um macacão. Tem a cara da surpresa …e fique super elegante..

E quanto aos acessórios? Alguns modelos de macacão podem ir da balada a um passeio no parque, principalmente os curtos. É uma peça super versátil, que se você coloca um salto, fica arrumada, ou se  você prefere um tênis (eu sempre opto pelo tênis para tudo, até para balada) fica com a aquela vibe conforto descolado.  Aí no quesito acessórios o céu é o limite, dá para criar várias propostas, usando um brinco legal, um lenço no pescoço, uma bolsa diferente…

Agora se for para escolher um apenas eu ficaria com o macacão preto, um super básico mesmo, que eu possa usar com um salto, um tênis ou sandália e ele vá se adaptando ao meu estilo do dia.

E vocês curtem um macacão, qual o modelo preferido de vocês?

categorias: Moda

Um combinação inusitada que pode dar certo….

Ai meu Deus, onde vou parar com minha obsessão por conforto?! Sim, minha gente…ainda estou naquele pegada que se não for confortável eu nem uso. Nessa onda, fico caçando na internet referências para não sair de casa toda vez  parecendo que acabei de sair da cama (as vezes rola e tá tudo bem….). De vez em quando tenho a necessidade de sair de casa mais arrumadinha, não somente porque a ocasião pede, mas porque tem dias que simplesmente dá vontade….

Eu sempre fiquei quebrando a cabeça em como unir as duas coisas…conforto e roupa de mais ajeitadinha…Eis que me deparo com essa ideia, que embora já tenha visto outras pessoas experimentando, nunca tinha visto algo que me chamasse a atenção assim. Sim, ela veste uma calça de moletom com saltos(para ficar minha cara de conforto eu baixaria uns 2 cm no salto), uma bolsa de alças (eu amooo uma crossbody) e um blazer. Para elevar de fato a categoria do look, ela ainda usa essa blusa com golas de babados…Vai que tá tão lindo que você nem se deu conta que a calça era de moletom? 

categorias: Moda

Brincos: Um jeito diferente de usar o velho piercing na orelha.

Eu confesso que nunca fui adepta de muitos brincos. Quando eu era adolescente usava uns brincões que me renderam um lóbulo da orelha levemente rasgado(sempre tive preguiça de operar) e por isso fui me tornando minimalista no quesito brinco. E outra..quando veio a moda de piercing e muitos furos na orelha, além de fica com medo de ficar com mais buracos largos, minha mãe sempre me apavorou em relação a furar algum ponto de acupuntura. Eu confesso que quando vejo uma orelha cheia de brincos acho lindoooooo, e ultimamente a moda dos piercing tem ocupado lugares bem diversos na orelha…Mas, vem que no caminho te explico…

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por NEW ONE jewelry (@newone) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Maria Tash (@maria_tash) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Maria Tash (@maria_tash) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Luna (@luna_violetacc) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Judith (@jvdiths) em

Adoro esses mais delicados, na lógica por que ficar só com um brinco no lóbulo quando você pode sair com meia dúzia de piercings? Dá para usar de diversas maneiras…A maioria das meninas tende a escolher apenas um material ou metal – prata ou ouro, com pedras coloridas – e escolhe uma peça de de destaque. A ideia é furar onde der vontade, não haja regras sobre quantos furos e brincos você acumula, geralmente o truque é saber quando parar para deixar as peças se destacarem.  E aí vocês curtem a ideia de encher a orelha de brincos???