categorias: Famosos

O look da semana de Kate Middleton.

Esse look deu o que falar..Eu e minha amiga Lyanna Vanessa, do Noiva de Evasê , pelo menos comentamos muito sobre ele.O vestido da estilista Alessandra Rich parece ser o vestido do gosto geral das nações, ou como alguns gostam de chamar do Tora-Tora das riches(não dei conta de não fazer esse trocadilho). 

Galeria de imagens

Antes de a Duquesa ser vista usando um vestido de colarinho branco, a atriz e estrela de Suits Abigail Spencer, usou para o casamento real do príncipe Harry e Meghan Markle. Só que ela vestiu com um cinto,  uma bolsa em branco e saltos de tira de tornozelo branco. Só que Lyanna, me contou que outras já tinham usado, Sarah Jessica Parker, Ivanka Trump e etc…...(rola o slide) e até a própria Kate já desfilou com o vestido nas fotos de 70 anos do príncipe Charles.

Galeria de imagens

Eu achei uma lindeza esse vestido. Usaria hoje e vocês curtiram?

categorias: Compras

Zara finalmente lança sua loja online nessa 4a feira

Se você morou na internet nos últimos dias deve ter visto que a Zara vai lançar sua loja online no Brasil. Sim, a Zara, aquela que eu nunca resisto entrar para dar uma olhadinha e fatalmente saio com uma sacolinha( Se a princesa Kate e a Olivia Palermo não resistem, como eu reles mortal resisto?!). Pois então, a partir de 4a feira, dia 20 de março,  você poderá esperar essa sacolinha  na sua casa. A marca já possui lojas online no mundo todo, mas demorou horrores para anunciar sua ludjinha no Brasil, mas os seus, os meus, os nossos desejos foram atendidos.

Faz parte de um programa de expansão da Inditex (grupo da Zara), que vai lançar o e-commerce em 106 países. No Brasil funcionará de forma integrada com as 57 lojas  da Zara, ou seja se na sua cidade tem Zara e não tiver a peça que você quer no número que você deseja, calmaaaaaa que você pode pedir online, vai que tem em alguma loja por aí. Serão vendidos todos os produtos das linhas feminina, masculina, infantil e recém-nascido. Oremos por logo ter Zara Home, sim tô na maior mania de casa da vida.

Tem a opção de baixar o app da loja, a Zara ainda promete que as entrega para as regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba, serão feitas em até 24 horas após confirmação do pagamento. Confesso que embora tenha Zara aqui em São José dos Campos, estou bastante curiosa com a loja on line. E aí vocês se animam??

categorias: Comportamento Dança

Sobre os meninos que fazem ballet, preconceitos e a história do príncipe George.

Poderia escrever um compêndio sobre o assunto de menino fazer aula de ballet. Sim, a vida me levou a me especializar em dança com crianças pequenas. Muito porque por mais de 20 anos dei aulas de ballet para crianças e hoje trabalho com formação de professores para dança. E nessa longa história dando aulas, tive apenas um menino como aluno e por alguns meses. Mas, o fato é que um menino fazer ballet, não precisaria ser notícia e virilizar, como é a história do pequeno príncipe.

Para quem não está entendendo, várias mídias anunciaram que o príncipe William revelou que George, de 5 anos, está fazendo aulas de balé. A notícia foi contada durante um evento de jovens inspiradores no Kensington Palace, enquanto ele conversava um menino dançarino de 14 anos que relatava que sofria bullying. É sobre esse ponto que gostaria de falar sobre o meu aluno, um menino de 6 anos, na época, que parou de dançar porque não aguentou a pressão dos colegas em relação a ele dançar. Onde foi que erramos e alimentamos esse e outros tipos de preconceitos?

Nem preciso entrar aqui na questão de que dançar ballet ou qualquer outra dança,  NÃO se relaciona com gênero, nem muito menos opção sexual. Já ouvi diversos relatos de mães que não colocam seu filho nas aulas de ballet para não ficaram afeminados. Posso te garantir que as aulas de ballet não fazem isso e se fizesse não teria problema, como dizia Pepeu “ser um homem feminino não fere meu lado masculino”. Mas, como eu ia dizendo as aulas para meninos e homens trabalham justamente o despertar dessa energia masculina, mas em um contexto artístico, pelo corpo, pela dança, pelo lúdico.

Quem dera se TODAS as crianças pudessem dançar, talvez não tivéssemos indivíduos, tão enrijecidos (no corpo e na alma) e tão desconfortáveis com seu próprio corpo. Desconforto esse gerado por quem não se conhece, não sabe das suas possibilidades de movimentação, nem ao menos sabe que se expressar pelo corpo é também uma possibilidade rica de comunicação. Um jeito de falar que não precede o racional é abrange um conhecimento que é sensível…Como o mundo seria diferente se pudéssemos ter essa chance….

A propósito, vou fazer um jabá meu mesmo...Acho que nunca falei nada aqui, mas recentemente lancei um livro, que fala justamente desse aprendizado da dança na escola para as crianças pequenas..(tá a venda aqui, ó) 

Voltando ao príncipe William, ele gentilmente disse ao menino “Se é algo que você ama, você faz o que ama. Não deixe que ninguém lhe diga o contrário. Continue assim”. Quando é que iremos abrir nossas cabeças e passar a ver o mundo dessa forma???