categorias: Comportamento

Quantas horas você passa no celular?

Esse post é quase uma mea culpa, ou melhor é  uma mea culpa. Eu confesso, meu nome é Carolina e sou viciada no meu celular. Pois é, como foi difícil para mim admitir minha dependência e perceber o qual nocivo isso pode ser. Sim, essas últimas semanas foram de muita tensão e isso gera ansiedade, que por sua vez, só aumenta as horas de permanecia no celular. As estatísticas são assustadoras…e eu tô na fatia mais preocupante dela.

A grande maioria das pessoas (29%) costuma usar seus celulares entre 3 e 5 horas por dia, segundo uma pesquisa da Counterpoint Research. Eu faço parte dos 26% que usa mais de 7 horas por dia. Ou seja, eu passo quase 44 horas da minha semana no celular. Sim, uso ele para tudo, para acalmar minha ansiedade, para ir ao banheiro, para ver tv, para dormir, para trabalhar, para comer, até no banho…

Vendo as estatísticas do meu telefone(alguns telefones te enviam estatísticas semanais de quando tempo você usa), vi que necessito mudar para chegar nos  4%, que usam menos de 1 hora por dia(vamos ser realistas e agradecer se eu conseguir para 3 horas). Pois é, embora esses dispositivos se tornaram essenciais para nossas tarefas diárias, é sempre bom lembrar que existe vida além da internet, que a gente deixa de ver e de curtir, a gente nunca tem tempo para ler um livro, para repousar, para mil coisas ….

E o pior, escrevo esse post com só com a mão esquerda (sou destra) porque adquiri um bursite por usar o celular demais…Reflita, Carolina, reflita….

E você seriam capazes de usar menos os celulares???

categorias: Moda

A vida no celular e o caso da Olivia Palermo entediada.

oliviapalermolanyufrontrowseptember2016hkxpuuhyqk8x

Eitaaaaaaaaaa. Lá vem Carolina com as pautas da discórdia(beijo pra Tati, Por mais um carimbo que inventou essa expressão para minhas pautas polêmicas). Sim, eu mesma. Bom, primeiro achei que nunca iria falar disso aqui. Até porque é quase um tiro no pé, mas enfim…Tudo começou com uma amiga(A Mari do extinto Andpizzazz) postando essa foto de todo mundo no celular no front row do desfile da Moncler Gamme Rouge. Até aí cenas normais do cotidiano se não viesse acompanhada da pergunta da Mari: O quão ridícula pode ser essa foto?

oliviapalermomonclergammerougefrontrow8iumv_ud-prx

Vamos elencar alguns fatores e envolver a Olivia Palermo no caso só para dar um pouco de emoção e toques de realidade(ou não, mas bora, nessa viagem). De todos os personagens envolvidos na foto a Olivia é a única que se apresenta sem celular e com uma cara de tédio (e ou paisagem). Mas, por que será que ela está com essa cara? Tá triste porque esqueceu o celular em casa? Ela se recusa a se envolver com as tecnologias para não se tornar escrava delas? Tá cheia de assunto, mas seu amiguinho do lado não larga o celular e ela não consegue falar? O fato é que nunca saberemos as respostas…

Sim, uma grande parte de nós simplesmente é viciado no celular. Por muitos motivos, ele é uma excelente muleta. Sabe aquela situação em que você chega em um lugar e não conhece ninguém? Antigamente ou a gente ficava no nosso canto ou tentava fazer amizades, puxar papo com desconhecidos(sou desse grupo). Com o celular passar por essas situações não é mais “necessário”, saca ele da bolsa e se distrai, enquanto a vida passa do lado de fora. Quando a gente passa por uma pessoa e não quer cumprimentar e só enfiar a cara no celular e fingir demência ou que não viu. Quando a gente quer se mostrar super ocupado ou fugir da realidade por alguns momentos, tá fácil é só apertar uns botãozinhos…Quem nunca passou por qualquer situação dessas e se apoiou no seu celular muletinha?

monclergammerougefrontrowparisfashionfcounkco2eix

A gente que anda tão imerso em nós mesmos que o celular é só uma das nossas fugas. Afinal ser ou estar desatento em relação ao mundo e ao outro que está do seu lado, não é novidade ou exclusividade das tecnologias. Na verdade é tudo sobre a gente… Medo, insegurança, desprezo, desejos, máscaras, disfarces, tudo isso existe muito antes do celular. Porque não dá para sair por aí dizendo simplesmente que a tecnologia nos afasta, né? Talvez Olivia Palermo, tenha percebido isso. Ou talvez ela não use o seu celular para”disfarçar” esse sentimento de inadequação que já bateu em todo mundo em algum momento.

E vocês o que pensam disso tudo?